O Programa

Histórico e contextualização do programa

"A tentativa da capes de permitir aos coordenadores fazer correções nos dados de 2013 está resultando em vários problemas, não por conta dos coordenadores, mas por conta das ainda imperfeições e inconsistências da Plataforma Sucupira, que misturou informações de 2014 e 2013, complicando a participação de discentes e participante externo em projetos de pesquisa, produção intelectual e até trabalho de conclusão. O tempo dado não foi nem será suficiente para corrigir o relatório. Assim, é preciso considerar alguma alternativa pra que esses erros não prejudiquem a avaliação do programa. As mutilações são inevitáveis."

O Programa de Pós-Graduação em Zootecnia (PPGZ) da UFRPE visa qualificar profissionais das Ciências Agrárias para o exercício do ensino e investigação científica em Zootecnia, com inovação tecnológica e empreendorismo, na busca de soluções de problemas da produção animal nas condições nacionais e, em particular, da região Nordeste. O PPGZ foi criado em 1978, iniciando sua primeira turma em 1981, tendo inicialmente sido denominado "Mestrado em Nutrição Animal".

As Áreas de Concentração do PPGZ definem a identidade do Programa, bem como se encontram em consonância com as do Programa de Doutorado Integrado em Zootecnia - PDIZ (UFRPE - UFC - UFPB), cujos professores, em boa parte, somam-se na tarefa de garantir a identidade dos respectivos Programas de Mestrado aliados ao Doutorado comum - PDIZ.

Ao longo desses 35 anos de funcionamento ininterruptos, O PPGZ formou mais de 400 mestres, tendo média superior a 10 defesas/ano. Nos últimos cinco anos formou mais de 20 mestres/ano. Junto com os Programas de mestrado da UFPB (Areia) e da UFC, na área de Zootecnia, foi responsável pela formação de grande parte dos atuais professores e pesquisadores de instituições de pesquisa e ensino do Nordeste na área de Zootecnia. Em 2014 foram formados 15 novos mestres, denotando a capacidade de formação de recursos humanos dos docentes do programa, e consolidando os objetivos propostos.
Nesse contexto, cerca de 60% de seus egressos atuam como docentes, tanto em Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia; quanto em IFES ou privadas; aproximadamente 10% não possuem vínculo empregatício. Parte dos mestres formados pelo PPGZ está cursando Doutorado no PDIZ (UFRPE/UFC/UFPB), ou em outras IES do País; 15% são técnicos; e 15% são pesquisadores de Órgãos de Pesquisa, principalmente dos Estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Pernambuco e Alagoas. Assim, pode-se considerar que o PPGZ é um programa consolidado há bastante tempo e vem atingindo as metas propostas, cumprindo sua missão ao lado de antigos programas de pós-graduação em Zootecnia e de vários novos programas que surgiram nos últimos anos, sendo uma referência entre eles e colaborando com eles.

Importante ressaltar que a quase totalidade dos docentes permanentes do PPGZ da UFRPE) são Bolsistas de Produtividade em Pesquisa/CNPq, incluindo sete bolsistas Nível 1.

 

Objetivos

Objetivo Geral:

O Programa de Pós-Graduação em Zootecnia (PPGZ) da UFRPE visa qualificar profissionais das Ciências Agrárias para o exercício do ensino e investigação científica em Zootecnia, com visão inovadora e empreendedora, na busca de soluções de problemas da produção animal nas condições nacionais e, em particular, da região Nordeste do Brasil.

Objetivos Específicos:

Formar profissionais altamente qualificados para atuarem na docência na educação superior em Instituições Públicas e Privadas, bem como no Ensino Médio, ligados à exploração zootécnica;

Formar profissionais altamente qualificados para exercerem pesquisas na área de Zootecnia em Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa, públicas ou privadas, nacionais ou multinacionais;

Divulgar os resultados das pesquisas conduzidas, tanto no âmbito regional e nacional, como internacional, por meio de intercâmbios nacionais e internacionais e publicação em periódicos qualificados.

 

Perfil do Egresso

Os egressos do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, nos últimos anos, foram integrados aos quadros de instituições de ensino, pesquisa ou extensão. Cerca de 60% deles estão atuando como docente em Universidades Federais, Estaduais ou Privadas e, também,em Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia; aproximadamente 15% não possuem vínculo empregatício. Parte dos mestres formados pelo PPGZ está cursando Doutorado no PDIZ (UFRPE/UFC/UFPB), ou em outras IES do País; Cerca de 10% são técnicos de nível superior; e em torno de 15%% são pesquisadores de Órgãos de Pesquisa, ou atuam em atividades de extensão, principalmente nos Estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Pernambuco e Alagoas.

Pode-se considerar que o PPGZ vem formando mestres qualificados para o mercado de trabalho, cumprindo sua missão ao lado de antigos programas de pós-graduação em Zootecnia do Brasil e de vários novos programas que surgiram nos últimos anos, sendo uma referência entre eles.